O Rei Reto, lançamento enfim…

2 de abril de 2021 Por Eduardo Barros 0
Anunciamos com muita alegria o nascimento de nosso mais recente título infantil.

No Dia Internacional do Livro Infantil, temos a enorme satisfação de dizer que nosso tão aguardado rebento está com nascimento previsto. Dia 18 de abril, o Dia Nacional do Livro Infantil, será a gloriosa data do lançamento de “O Rei Reto”.

Depois de vários anos de preparação, finalmente vem ao mundo esse livro com uma linda e muito bem pensada história para contar.

Evento de lançamento

O evento de lançamento no dia 18 de abril, as 16 horas, será online, devido a exigência do momento histórico que vivemos. No perfil @perereeditora no Instagram, realizaremos uma live com a autora e o ilustrador e contaremos com a participação do público para uma conversa compartilhada com a audiência.

Somente então será lançado o link de venda do livro e todos os livros que forem vendidos no mês de lançamento (até o dia 17 de maio) serão autografados para os destinatários e, a preferência nacional, um desconto de mais de 20% no preço de capa \°/.

Edição de luxo

Um livro em formato acordeão, quando esticado forma uma muralha medieval de mais de 4 metros de comprimento.

Composto em papel cartão laminado e com letras metalizadas no título e autores, a edição transmite um ar de muita nobreza, que combina com os valores que são transmitidos pela história.

Sinopse

Um rei sem sua coroa, foi abandonado pelos seus súditos, e se viu obrigado à uma jornada cheia de desafios pessoais para a restauração de sua nobreza, em busca de um ourives capaz de consertar a joia real.

O livro ilustrado narra a saga de um rei, que por ser descuidado deixou cair e quebrar sua coroa, perdendo assim sua realeza.

Após os mais duros golpes das vicissitudes da vida, só e desolado, o antigo soberano toma contato com a inocência e a pureza de uma criança que o abriga em seu humilde seio familiar, porém cheio de virtudes e empatia.

Essa jornada resultou na conquista do autoconhecimento e a retomada de seu reino, pois agora o Rei estava abrilhantado pelas gemas da virtude que fizeram dele um Rei completo.

A ausência de nomes reforça o caráter misterioso e penetrante no imaginário infantil, pois é um processo que todo o ser humano pode viver: a restauração de seu ser através do auto descobrimento para a construção de seu caráter.