Livraria da Vila


Para começar bem o ano de 2014 a Pererê Editora firmou parceria com a rede Livraria da Vida. Com sete lojas, cinco na capital de São Paulo, uma em Campinas e uma na capital paranaense, Curitiba, a rede Livraria da Vila é uma das mais importantes redes de livrarias do Brasil.

A parceria com a Pererê Editora começou a ser traçada no segundo semestre de 2013, através de um convite para participar do evento “Férias na Vila”. O convite partiu do setor de programação cultural da Livraria da Vila, para que realizássemos contações do livro Souto – O passarinho que vivia preso, de Káttia Rodrigues Baroni.

O evento “Férias na Vila” ocorre há dez anos e já ficou bastante conhecido das crianças e dos pais frequentadores da livraria neste período de férias. Para divulgar a parceria e anunciar o evento a Livraria da Vila divulgou em sua revista mensal Vila Cultural (Edição 117 – Janeiro 2014) uma matéria especial sobre o evento.

Revista Vila Cultural

Especialmente criado para o “Férias na Vila”, a Pererê Editora lançou seu teatro de sombras, onde, juntamente com a já tradicional contação realizada pela própria autora, a estória é encenada com a silhueta dos personagens contra um tecido branco. Tanto o teatro, que é desmontável e montado em estrutura tubular revestida por tecido, quanto os personagens de papel cartão, foram projetados pelo artista visual Lucas Melo – www.lucasmeloarte.com.

Também foi lançada a música tema do livro, Quero voar por aí, composta pela autora do livro, que canta e toca violão, acompanhada pela percussão de Lucas Melo – logo que ele sai dos “bastidores” do teatro. Acompanhem algumas imagens que resumem as contações da estória do Souto – O passarinho que vivia preso.

Na unidade Moema, 12 de janeiro, apesar do calor, muitas crianças e seus acompanhantes adultos se divertiram com a estória. Surpresa ficou a própria autora, pois entre os espectadores estava o irmão de uma grande amiga do interior… Ê mundinho pequeno!

Livraria da Vila - Moema

Moema – São Paulo

Em Campinas, 14, o público vibrou quando viu que era possível continuar a estória do Souto (ou criar uma estória nova) no verso do livro que, por ser “em branco” propões estimular a criatividade das crianças. Muitas mães levaram os livros para deixar sair o artista que vive dentro de seus filhos.

Livraria da Vila - Shopping Galleria Campinas

Shopping Galleria – Campinas

No dia 17 foi a vez da Alameda Lorena receber a contação. Apesar da forte chuva que caiu em São Paulo bem na hora da apresentação, mães e babás não deixaram de levar as crianças para o “mundo fora da tv”. O que mais impressionou as crianças foi o formato não convencional do livro, um acordeom. Com o livrinho as crianças podem, mais do que ler, brincar criando mandalas, estrelas, leques, etc.

Livraria da Vila - Alameda Lorena SP

Alameda Lorena – São Paulo

Dia 19 foi a vez do Shopping JK Iguatemi receber o SOUTO. Aparentemente, não há nada mais mágico para uma criança do que conhecer o autor de um livro e receber seu autógrafo. Ao menos o Pedro (o menino muito esperto da foto abaixo) adorou e prometeu que quando concluir a sua versão da estória vai nos enviar para postarmos em nossa fanpage no Facebook www.facebook.com/perereeditora.

O mundo é realmente pequeno. Outra querida amigada autora, também do interior, apareceu na atividade sem saber de que se tratava e, voilà! Dois encontros inusitados numa mesma semana.

Livraria da Vila - Shopping JK Iguatemi

Shopping JK Iguatemi – São Paulo

A penúltima apresentação do teatro do SOUTO foi na Fradique Coutinho (21). Na livraria da Vila Marina o que mais interessou as crianças, após a estória em sí, foi o contato com os originais de texto e ilustração. Terem visto que uma obra não nasce pronta, demanda esforço, erro, correções, revisões, etc. Ensina mais que mil palavras a persistência e disciplina.

Fradique Coutinho - São Paulo

Fradique Coutinho – São Paulo

Finalmente o último pouso do passarinho SOUTO se deu no dia 23, no Shopping Pátio Batel em Curitiba. Na capital paranaense a autora ficou literalmente rodeada de crianças que queriam conhecer todo o processo. Afinal, não é todo o dia que uma autora de “carne e osso” conta sua estória, mostra seu livro e dramatiza com teatro e ainda canta uma música de composição própria.

Pátio Batel - Curitiba

Pátio Batel – Curitiba

Conclusão:

Souto voou bastante, em seis lojas, de três cidades e dois estados, mas quem tem asa é pra voar, não é? As inovações, teatro de sombras e a música, vão continuar nas próximas contações, juntamente com a já tradicional dramatização da contação, exibição dos originais e seção de autógrafos. Continuem acompanhando aqui no blog as novas aventuras do SOUTO – O passarinho que vivia preso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s